sexta-feira, 25 de abril de 2014


Poema: Matinal

Matinal

Acordei de um sonho bom
Fiz um café e me dei conta
De que nada era verdade

Recorri à memória
E desde que te perdi
Meu mundo é a saudade

O café esfriou
O sonho acabou
A tristeza apertou

Vou voltar pra cama
Voltar a sonhar
Que você ainda me ama...



Nenhum comentário:

Postar um comentário